Termos de Design Explicados para não Designers

Quando entrei no mundo do Design parecia que estava aprendendo uma nova língua. Kerning, tracking, cores análogas, cores complementares, CMYK, RGB, eram uma infinidade de termos de design que viviam confundindo minha cabeça e às vezes ainda confundem.

Se você está iniciando os estudos em design ou é só uma pessoa curiosa e não sabe nada desses termos de design, aqui é o lugar para você entender melhor como os designers se comunicam por meio dessas palavras, que as vezes não fazem muito sentido pra quem vive fora dessa bolha. Neste artigo vamos apresentar alguns termos comuns e muito utilizados para ajudar vocês.

Alguns destes termos de design já foram explicados de formas mais amplas em outros artigos do Blog, mas vamos então relembrá-los:

30 Termos de Design

01 – Tipografia

A tipografia é o conjunto artístico da impressão e utilização de tipos a fim de formar palavras legíveis e visualmente atraentes. De forma mais simples, podemos dizer que a tipografia geralmente se refere a concepção e utilização de várias fontes de uma forma que ajudem a comunicar melhor as ideias do designer.

termos-de-design-tipografia

02 – Corpo de Texto

A parte principal de uma publicação. É o conteúdo escrito de um website ou livro, como este que você deve estar lendo agora, isso é o corpo de texto.

termos-de-design-body-text

03 – Fonte Display

Essa é uma fonte que foi projetada para chamar atenção. Comuns em títulos de filmes, cartazes, títulos em artigos de revistas, etc.

termos-de-design-display-font

04 – Hierarquia

O arranjo visual no design pela importância dos elementos. Por exemplo, utilizar um título grande para garantir uma maior atenção do leitor, fazendo com que ele leia primeiro o título, e depois, caso tenha interesse, leia o restante do texto.

termos-de-design-hierarquia

05 – Kerning

Kerning é um dos termos de design que acaba sendo confundido com o Tracking (que será explicado adiante). O kerning é o ajuste entre os espaços de dois caracteres de uma fonte. Este visa atingir um equilíbrio mais proporcional e agradável entre os espaços dos caracteres.

termos-de-design-kerning

06 – Tracking

Tracking é o espaçamento entre letras. Quando aumentamos o espaçamento das letras em um corpo de texto, estamos ajustando o espaço para alterar a densidade ou a aparência do texto. O tracking não pode ser confundido com o kerning, pois enquanto o tracking visa criar um espaçamento entre letras de uma parte de texto inteira, o kerning visa ajustar o espaçamento entre pares de letras separadamente.

termos-de-design-tracking

07 – Fonte Serifada

São fontes com pequenos traços decorativos chamados “serifas” encontrados no final de linhas horizontais e verticais. Fontes serifadas tendem a parecer mais tradicionais e facilitam a leitura quando utilizadas em textos longos.

termos-de-design-serifa

08 – Fonte sem Serifa ou “Sans Serif”

Uma fonte sem as pequenas hastes que decoram as extremidades das fontes mais tradicionais. As fontes sem serifas tendem a parecer mais modernas e limpas que as fontes serifadas.

termos-de-design-sem-serifa-ou-sans-serif

09 – Fonte Script

A fonte script imita a escrita cursiva, também é chamada algumas vezes de fonte decorativa. Tendem a parecer elegantes e casuais dependendo da forma que são utilizadas. São bastante utilizadas em convites.

temos-de-design-scrip-font

10 – Legibilidade

De forma clara, trate-se da facilidade em ler um texto. A legibilidade tem muito a ver com a escolha correta da tipografia. Geralmente as fontes com serifas e sem serifas tornam o texto mais legível que uma fonte Script.

termos-de-design-legibilidade

11 – Alinhamento

Seria a linha que guia a sequência de linhas textuais para organizar e manter o equilíbrio de um texto em um layout. Há quatro tipos de alinhamentos comuns, sendo centralizada, à esquerda, à direita e justificado. Cada tipo de alinhamento tende a ter uma personalidade diferente em sua aplicação.

termos-de-design-alinhamento

12 – Paleta cromática

Basicamente é a seleção de cores que se define para um projeto de Design.

termos-de-design-paleta-cromatica-color-hunt

13 – Monocromático

É um esquema de cores construído a partir de uma só cor, incluindo tons mais claros e escuros da mesma cor.

termos-de-design-monocromatico

14 – Cores Análogas

E um esquema de cores construído a partir de três cores próximas em um círculo cromático.

termos-de-design-cores-analogas

15 – Cores Complementares

Um esquema de cores construído a partir de duas cores opostas em um círculo cromático.

termos-de-design-cores-complementared

16 – Tríades

Um esquema de cores construído a partir de três cores igualmente espaçadas em torno de um círculo cromático.

termos-de-design-triades

17 – CMYK (Cyan, Magenta, Yellow, Black)

CMYK ou “Ciano, Magenta, Amarelo e Preto”, é um modelo de cor utilizado para impressão, cor pigmento. É um modelo de cor por subtração que se inicia no branco e termina no preto à medida em que as cores são acrescentadas.

termos-de-design-cmyk

18 – RGB (Red, Green, Blue)

RGB ou “Vermelho, Verde e Azul” é um modelo de cor utilizado nas telas de computadores e meios digitais, cor luz. É um modelo de cor por adição, que se inicia com preto e a medida que as cores são acrescentadas, termina em branco.

termos-de-design-rgb

19 – Pantone

O sistema Pantone é um sistema padronizado de cores para impressão. Cada Pantone possui um número, que não só facilita a referência de cores, mas torna muito mais precisa a escolha da cor e o resultado final. É útil tanto para quem projeta, quanto para quem imprime.

termos-de-design-pantone

20 – Teoria da Cor

É o estudo de como as cores influenciam nas emoções. Determinadas cores tendem a fazer com que as pessoas sintam determinados sentimentos subconscientes. Por exemplo, temos a tendencia de associar a cor azul à confiança, por isso a maioria das empresas, principalmente de sistemas utilizam tons azuis ou próximos do azul.

termos-de-design-teoria-da-cor

21 – Gradient

É uma mudança que ocorre de forma gradual em um cor de um tom para outro. Os tipos de gradientes mais comuns são o Linear onde se inicia em um cor e no lado oposto termina com uma segunda cor. E o radial, onde uma cor se inicia ao centro e a outra cor é mais aparente nas bordas.

termos-de-design-gradient-ou-gradiente

22 – Opacidade

É o grau de transparência de um elemento. Quanto menos opacidade, mais transparente é o elemento.

termos-de-design-opacidade

23 – Resolução

É a quantidade de detalhes que uma imagem tem. De modo geral, quanto maior a resolução, melhor as imagens parecem. Enquanto as imagens de baixa resolução tendem a parecer mais “borradas” ou “pixelizadas”.

termos-de-design-resolução

24 – Contraste

É o grau de diferença entre elementos opostos. Como por exemplo a predominância na mesma imagem de pretos e brancos acentuados, ou traços grossos e finos, ou até mesmo texturas lisas e ásperas.

termos-de-design-contraste-1

25 – Saturação

É o grau de intensidade e nitidez de uma cor. Uma cor de baixa saturação tende a parecer mais desbotada, enquanto uma cor saturada aparenta ser mais vibrante e colorida.

termos-de-design-saturação

26 – Regra dos terços

A regra dos terços é uma teoria que diz que se dividirmos uma imagem com duas linhas horizontais e duas linhas verticais, as áreas onde as linhas se cruzam são as áreas de foco dos elementos principais de um projeto. Essa regra é muito utilizada na fotografia.

regra dos tercos

27 – Logotipo

De forma básica é o nome de uma empresa concebido de uma forma visual. Como o Google, Facebook, Coca-Cola, etc.

logotipo

28 – Grid

O grid é uma estrutura composta de linhas que guiam a construção de um projeto. O grid auxilia o designer organizar e alinhar elementos de uma forma mais rápida, limpa e consistente.

termos-de-design-grid

29 – Espaço em branco

É um dos termos de design que possuem nomes distintos, alguns o chamam de espaço negativo ou White space ( em inglês) . O espaço em branco se refere às áreas de um projeto que não são preenchidas com conteúdo. O espaço em branco é um elemento de extrema importância, uma vez que ajuda a deixar o design “respirar” e evitar uma poluição visual, mantendo-o com um aspecto mais limpo.

12660297_1717917185090482_1817099071_n

30 – Lorem Ipsum

Lorem Ipsum é um texto genérico para preenchimento de locais onde são inclusos conteúdos em um layout quando o texto real não está disponível. É utilizado como um texto de marcação para demonstrar como um projeto irá ficar quando o projeto real for concluído.

lorem-ipsum

Enfim, estes foram alguns dos termos de design mais conhecidos e citados na área. Se você lembra de algum termo interessante e que não foi abordado aqui, fique a vontade para comentar! Abraços e até o próximo artigo.

 

O que achou do Artigo? Conta aí!

Onde me encontrar